AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS

QUEIMADAS NA AMAZÔNIA

Apesar de 78% dos entrevistados considerarem a questão do aquecimento global muito importante e 61% se declararem muito preocupados com o meio ambiente atualmente, apenas 25% dizem saber muito sobre aquecimento global ou mudanças climáticas. O percentual dos mais preocupados com as questões ambientais é maior entre os jovens e os mais escolarizados, assim como entre as mulheres e aqueles que se declaram mais à esquerda no espectro político. 

 

Para 77% dos brasileiros é mais importante proteger o meio ambiente, mesmo que isso signifique menos crescimento econômico e menos empregos. O índice aumenta para 87% entre os entrevistados que se definem politicamente mais à esquerda.

 

92% dos brasileiros consideram que o aquecimento global está acontecendo, apenas 5% consideram que não está e 3% dizem não saber se o aquecimento global está acontecendo ou não. 77% dos entrevistados consideram que o aquecimento global é causado principalmente pela ação humana.

 

Sete em cada dez brasileiros (72%) consideram que o aquecimento global pode prejudicar muito a si e a suas famílias. Além disso, 88% acreditam que o aquecimento global pode prejudicar muito as gerações futuras. Apesar desses números, a população em geral demonstra ter uma atitude mais passiva em relação às questões ambientais, dado que 65% declaram já ter compartilhado informações ou notícias sobre o meio ambiente, mas apenas 17% já participaram de manifestações ou abaixo-assinados sobre mudanças climáticas – proporção que chega a 33% entre os que se declaram mais à esquerda politicamente.

87% declararam já ter ouvido falar bastante sobre as queimadas que acontecem anualmente no Brasil.

 

Quando perguntados sobre quais atores são os principais responsáveis pelas queimadas na Amazônia, 33% responderam os madeireiros, 18% os pecuaristas e criadores de animais, e outros 18% os agricultores. 

 

84% concordam que as queimadas na Amazônia prejudicam a imagem do Brasil no exterior e 78% acreditam que as queimadas na Amazônia podem prejudicar as relações comerciais do Brasil com outros países. Além disso, 92% declararam concordar que as queimadas na Amazônia prejudicam a qualidade de vida da população local. 74% discordam que as queimadas na Amazônia são necessárias para o crescimento da economia. Para 90%, as queimadas são uma ameaça para o clima e o meio ambiente do planeta.

 

Cerca de metade da população entrevistada, 54%, acredita que cabe ao governo contribuir para a solução do problema das queimadas na região, índice que sobe para 69% entre os que se declaram mais à esquerda no espectro político. Para 21% cabe aos cidadãos a responsabilidade, 15% às empresas e indústrias e 6% às ONGs.

Imagem01.jpg

Conclusões da Pesquisa

  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Twitter Ícone
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone SoundCloud
  • Branca Ícone Spotify
2020 | R. Da Assembléia, 10, 40º andar, sala 4011 — Centro, Rj | whatsapp: (21) 96574-4138